Lições aprendidas em projetos

Publicado por | Gestão

Aprender a levantar e seguir a caminhada faz parte de nosso aprendizado, nos fortalece e nos prepara para desafios maiores. O processo de aprender com os erros acontece de forma natural com o ser humano ao cair em determinadas condições o homem registra internamente os motivos e condições que causaram o fato e ao deparar-se com uma situação semelhante ele estará preparado a lidar de forma diferente registrando internamente pontos positivos e negativos de sua nova tentativa.

Mas por que em projetos essa aprendizagem não é realizada?

Organizações acabam perdendo um capital valioso em seus projetos e no dia a dia por não manter estruturada uma forma de gerar e manter lições aprendidas, quando tudo dá errado é mais fácil demitir os envolvidos do que armazenar seu conhecimento dos pontos falhos, contratar alguém mais experiente é mais fácil que divulgar e compartilhar conhecimento.

A experiência é obtida através de erros e acertos, aquela pessoa que está saindo leva consigo uma carga de experiência muito grande, pois ela conhece a organização e seu funcionamento, conhece os porquês do ultimo fracasso internamente ela já criou anticorpos para situações similares e todo este conhecimento está indo embora e ao ingressar em uma nova empresa ele leva consigo toda esta bagagem, este é o principal desafio em uma organização que deseja reter conhecimento, montar uma estrutura que facilite e estimule a aprendizagem sem comprometer os indicadores financeiros.

Existem vários modelos que podem ser adotados desde sistemas de padrinhos onde cada colaborador mais novo trabalha um certo período de tempo ao lado de alguém mais experiente, programas de trainee que funcionam de forma similar e em alguns casos o trainee ainda passa por diversos setores para conhecer seu dia a dia. Estes modelos estão focados no indivíduo é possível ainda subir um degrau e gerar conhecimento para um grupo para isso existem modelos como reunião de resultados onde são partilhados os resultados obtidos e melhorias entre todos os setores, este modelo favorece a integração e um ambiente compartilhado de dicas e ferramentas.

Até então estamos compartilhando e gerando um ambiente propício a lições positivas, o que já é um começo e uma maneira de iniciar este processo, pois falar de acertos é muito mais fácil que comentar seus fracassos, quem gosta de contar suas derrotas?

Este paradigma que deve ser quebrado, pois erros acontecem, estamos sujeitos a riscos que podem ocorrer durante a execução de qualquer projeto e quando eles ocorrem e são contornados devemos divulgar a forma, quem sabe seu colega ao lado já passou por uma situação parecida, estimular um ambiente de troca de informações composto de erros e acertos é fundamental para mitigar riscos conhecidos, pois ao deparar-se com um problema que já foi abordado por outro colega, internamente você já está preparado ou no mínimo possui uma alternativa de cenário.

Lembre-se que nem sempre é necessário existir um ambiente formal para compartilhar informações, sabe aquele cantinho do café? Este é um dos locais que mais surgem ideias uteis para resolução de problemas, por ser um ambiente mais descontraído as pessoas sentem-se mais a vontade para trocar e pedir dicas utilize este local em proveito do projeto ou da equipe.

Divulgue, compartilhe seus erros e acertos, só erra quem faz.

Last modified: 11/27/2018